Stock Car Brasil: Fraga e Átila levam as honras no Velo Città

Stock Car Brasil: Fraga e Átila levam as honras no Velo Città

Like
78
0
domingo, 23 setembro 2018
Automobilismo

 

Por: Danilo Dias, de São Paulo.

 

Numa repetição do ano passado, Velo Città teve Felipe Fraga como vencedor da primeira corrida e Átila Abreu como vencedor da segunda. Com os mesmos resultados da corrida de 2017, Mogi Guaçu no interior de São Paulo foi casa de duas provas disputadas que deram um tempero maior na disputa pelo título da temporada 2018 da Stock Car Brasil.

 

Corrida 1

Numa boa estratégia de boxes, Fraga fez um grande trabalho na corrida de Mogi Guaçu. Largando em segundo, caiu na largada mas teve sorte ao ver os adversários tendo problemas durante a corrida. Enquanto isso Marcos Gomes seguia na ponta, fazendo valer sua pole. Gabriel Casagrande fez uma boa largada e assumiu o segundo lugar.

Marcos Gomes que vinha forte na briga pela vitória teve um problema no mínimo curioso: A luz de freio do seu carro não estava funcionando e o regulamento pede que todos os itens de sinalização do carro estejam em pleno funcionamento. Preferiu por conta de uma falha boba, abandonar a disputa da primeira prova já que o trabalho demandaria um tempo maior.

Com isso, Casagrande assumiu a ponta e trazia Felipe Fraga em segundo, próximo dele. No meio do pelotão, Lucas di Grassi apertava o ritmo e ganhava a sexta posição de Júlio Campos. Na décima terceira volta, Casagrande veio aos boxes e Fraga veio junto. Na parada, Fraga se deu bem e saiu na ponta enquanto Casagrande, saindo dos boxes, viu uma de suas rodas traseiras se desprenderem do bólido. Com a roda mal fixada, teve que parar seu carro.

Após as paradas Felipe Fraga figurava na ponta. Com os problemas dos outros pilotos, Daniel Serra também levou vantagem e assumiu a segunda colocação, com Cacá Bueno em terceiro. No fim da corrida, Daniel Suzuki teve problemas e parou seu carro, originando o safety car que fez com que a corrida terminasse sob bandeira amarela, com Fraga vencendo trazendo consigo Daniel Serra em segundo e Cacá Bueno em terceiro.

 

Corrida 2

Átila Abreu foi o felizardo na segunda corrida. Daniel Serra, mais ainda: Apesar de não conquistar uma vitória, Serrinha foi por duas vezes o segundo colocado, pontuando mais do que todos no fim de semana e dando bons passos rumo ao título de 2018. Barrichello fez boa prova e terminou em terceiro na bateria dois.

Mas a segunda corrida teve doses de emoção, Felipe Lapenna que havia sido o décimo na primeira prova largaria na pole pelo grid invertido na segunda bateria. Seu carro porém apagou na saída, dando as primeiras posições para Átila Abreu e Ricardo Zonta, os pilotos da Shell. Quem largou bem também foi Nelsinho Piquet, que saiu de quarto e subiu para segundo, ficando atrás apenas de Zonta.

Átila Abreu, porém, tinha um carro bom e assumiu o segundo posto novamente. Nelsinho não deixou barato e seguia no encalço trazendo com ele di Grassi. Di Grassi como sempre vinha forte até assumir a terceira posição. A corrida teve de contar com mais um safety car quando Bia Figueiredo perdeu o controle de seu carro, levando com ela Gabriel Casagrande. Na relargada, Zonta seguiu na ponta enquanto Átila seguia próximo até a abertura dos pits. Daniel Serra neste momento mostrava um bom ritmo de prova, ultrapassando Nelsinho na pista.

Enquanto isso os pilotos do meio do pelotão estrelavam grandes disputas. Thiago Camilo era o sexto, trazendo consigo Felipe Fraga, Ricardo Maurício, Valdeno Brito e Nelsinho Piquet. Um pouco mais a frente, Barrichello se aproximava dos líderes entrando na luta pelo pódio. Átila agora era o líder, depois das paradas. Átila neste momento disparava na ponta enquanto os outros competidores se degladiavam pelo segundo lugar.

Na última volta, Zonta não aguentou a pressão. Depois de segurar por muito tempo, o companheiro de Átila perdeu a segunda posição, primeiro para Daniel Serra. Depois perdeu o terceiro lugar para Barrichello, ficando em quarto. E a corrida terminou assim. Campos, Fraga, Ricardo Maurício, Vandeno Brito, Nelsinho Piquet e Bruno Baptista completaram os dez primeiros.

 

Festa no pódio da corrida 2. Foto: Fernanda Freixosa/Vicar

 

Sequência

Daniel Serra como maior pontuador do fim de semana manteve a liderança do campeonato. Felipe Fraga, no entanto, se aproxima cada vez mais e pode incomodar na reta final da Stock 2018. Cacá Bueno, Max Wilson, Rubens Barrichello e Marcos Gomes correm por fora e também podem se aproximar em combinações de resultados favoráveis.

A próxima corrida acontece daqui um mês, no tradicional circuito de Londrina. Após essa corrida, Goiânia e Interlagos serão as casas que poderão mostrar ao público quem levará o disputado campeonato 2018 da Stock Car Brasil.

 

 

Foto em destaque: Fernanda Freixosa/Vicar

Danilo Dias

Danilo Dias

47 posts | 0 comments

Comments are closed.