Raio-X da Fórmula 1 2018: As mudanças, equipes, pilotos e calendário

Raio-X da Fórmula 1 2018: As mudanças, equipes, pilotos e calendário

Like
255
0
sexta-feira, 23 março 2018
Automobilismo

2017 foi um ano de muitas mudanças nos carros da Fórmula 1. Mudanças no regulamento técnico e pneus mais aderentes que deixaram os carros bem mais rápidos. Já a temporada de 2018 as novidades serão menores, mas não deixarão de ser significativas.

A principal mudança é a implantação do halo, um novo dispositivo de segurança que visa aumentar a proteção no cockpit. A alteração causará uma mudança visual drástica nos bólidos dessa temporada. E se trata de uma novidade que certamente será adotada em várias categorias de automobilismo nos próximos anos. E já nesse ano, estará presente em algumas categorias da FIA. Em termos visuais, lembra a época da Fórmula 1 que viveu a transição dos carros em formato de charuto para carros com asas dianteiras e traseiras – a evolução da aerodinâmica. Mas nessa época, o objetivo era a busca por maior performance. Atualmente, a busca é por mais segurança, principalmente melhorar a proteção da cabeça do piloto.

Um outro detalhe de mudança nos carros da Fórmula 1 se encontra na parte traseira. Fim das “barbatanas de tubarão”, formato de asa aerodinâmico que tinha voltado a ser utilizado em 2017.

Em relação aos compostos de pneus, a Pirelli se preocupou e m dar mais possibilidades de estratégia durante as corridas. Portanto há dois novos tipos de pneus inclusos no cardápio dessa temporada. O super duro identificado pela cor laranja, ficará como uma opção reserva, caso o desenvolvimento dos carros supere as expectativas. E agora, o mais rápido dos compostos: o hiper macio, identificado pela cor rosa, que deve estrear no GP de Mônaco, sexta etapa do mundial.

A marca Alfa Romeo está de volta a Fórmula 1, após mais de 30 anos de ausência. A marca se aliará a Sauber, que até então trabalhava com a Ferrari, outra marca do grupo Fiat. A Aston Martin também estará na Fórmula 1 através da Red Bull. Tudo levar que a entrada dos britânicos na categoria na próxima mudança de regulamento de motores, prevista para 2021. Outra marca importante da indústria automobilística que aparece no grid da Fórmula 1 é a Aston Martin que será patrocinadora titular da Red Bull Racing e Toro Rosso E falando nisso, a Honda migrou da McLaren para a Toro Rosso.

Já no âmbito esportivo, a temporada 2018 terá um tempero especial! De maneira inédita, dois pilotos com 4 títulos cada disputarão a temporada em busca do pentacampeonato. Trata-se de Lewis Hamilton e Sebastian Vettel. Garantia de uma disputa à parte dentro das pistas. Sem contar que será também um duelo entre Mercedes e Ferrari.

Abaixo, a lista de pilotos que disputarão a temporada 2018:

Número/ Piloto/ Equipe

44- Lewis Hamilton – Mercedes

77- Valtteri Bottas – Mercedes

5- Sebastian Vettel – Ferrari

7- Kimi Raikkonen – Ferrari

3- Daniel Ricciardo – Red Bull-Renault

33- Max Verstappen – Red Bull-Renault

11- Sergio Perez – Force India-Mercedes

31- Esteban Ocon – Force India-Mercedes

18- Lance Stroll – Williams-Mercedes

35- Sergey Sirotkin – Williams-Mercedes

27- Nico Hulkenberg – Renault

55- Carlos Sainz Jr – Renault

10- Pierre Gasly – Toro Rosso-Honda

28- Brendon Hartley – Toro Rosso-Honda

8- Romain Grosjean – Haas-Ferrari

20- Kevin Magnussen – Haas-Ferrari

2- Stoffel Vandoorne – McLaren-Renault

14- Fernando Alonso – McLaren-Renault

9- Marcus Ericsson – Sauber-Ferrari

16- Charles Leclerc – Sauber-Ferrari

 

Em relação ao calendário, essa temporada está recheada com 21 provas. Um recorde! E o GP da França retorna a Fórmula 1 após alguns anos de ausência. Só que esse GP será no tradicional circuito de Paul Ricard. Pela última vez que houve GP nesse país, as provas ocorriam em Magny Cours.

Outra mudança muito importante será em relação aos horários das corridas. Nessa temporada, as corridas europeias terão início às 10h10 (horário de Brasília) ao invés do tradicional horário das 09h00. Mudanças que podem alterar a cobertura televisiva aqui no Brasil, sobretudo agora com ausência de piloto brasileiro no grid. E os 10 minutos adicionais tem como objetivo fazer com que as emissoras se adequem melhor à transmissão, incluindo maior tempo de exposição para patrocinadores.

 

Confira o calendário da temporada 2018 de Fórmula 1 (horário de Brasília):

25/03/2018 – GP da Austrália – Melbourne – 02h10

08/04/2018 – GP do Bahrain – Sakhir – 12h10

15/04/2018 – GP da China – Xangai – 03h10

29/04/2018 – GP do Azerbaijão – Baku – 10h10

13/05/2018 – GP da Espanha – Barcelona – 10h10

27/05/2018 – GP de Mônaco – Monte Carlo – 10h10

10/06/2018 – GP do Canadá – Montreal – 15h10

24/06/2018 – GP da França – Paul Ricard – 11h10

01/07/2018 – GP da Áustria – Spielberg – 10h10

08/07/2018 – GP da Grã-Bretanha – Silverstone – 10h10

22/07/2018 – GP da Alemanha – Hockenheim – 10h10

29/07/2018 – GP da Hungria – Budapeste – 10h10

26/08/2018 – GP da Bélgica – Spa-Francorchamps – 10h10

02/09/2018 – GP da Itália – Monza – 10h10

16/09/2018 – GP de Cingapura – Cingapura – 09h10

30/09/2018 – GP da Rússia – Sochi – 09h10

07/10/2018 – GP do Japão – Suzuka – 02h10

21/10/2018 – GP dos EUA – Austin – 17h10

28/10/2018 – GP do México – Cidade do México – 17h10

11/11/2018 – GP do Brasil – São Paulo – 15h10

25/11/2018 – GP de Abu Dhabi – Yas Marina – 11h10

 

Foto em destaque: Reprodução / Formula 1 / Facebook

 

Redatores: Luiz Máximo e Paulo Arnaldo, de São Paulo

Luiz Máximo Moreno Morelo

Luiz Máximo Moreno Morelo

232 posts | 0 comments

Comments are closed.