Osasco Vôlei Nestlé vence fora de casa e já está nas semifinais da Superliga Feminina de Vôlei

Osasco Vôlei Nestlé vence fora de casa e já está nas semifinais da Superliga Feminina de Vôlei

Like
295
0
domingo, 18 março 2018
Superliga Feminina

A noite deste sábado (17/03) foi para lá de especial, graças ao grande jogo disputado entre Hinode Barueri e Osasco Vôlei Nestlé. A partida, válida pelas quartas de final da Superliga Feminina de Vôlei 2017/2018 foi cheia de emoções até o final. Com o Ginásio Poliesportivo José Corrêa (localizado na cidade de Barueri) lotado, as donas da casa fizeram de tudo para forçar o terceiro jogo entre as duas equipes, mas mesmo com a força da torcida de Barueri, o Osasco venceu a partida pelo placar de 3 sets a 1 (25/18, 17/25, 25/21 e 26/24). Como o Osasco já havia vencido a primeira disputa entre as duas equipes, o time treinado por Luizomar de Moura se classificou diante das comandadas por José Roberto Guimarães e está nas semifinais.

 

Mais uma vez Tandara é eleita a melhor jogadora da partida e ajuda seu time a sair classificado para enfrentar o Dentil Praia Clube. Foto: João Neto/Fotojump

A Rádio Poliesportiva esteve no Ginásio José Corrêa e levou até você cada instante da vitória e classificação do Osasco Vôlei Nestlé sobre o Hinode Barueri com a narração de Vinícius Lima, comentários e operação técnica de Gabriel Max e reportagens de Ivan Marconato. Se você perdeu algum lance deste grande jogo, não tem problema, confira aqui o resumo dos lances e o que as atletas disseram ao fim da partida.

O primeiro set começou com um Osasco bem ligado no jogo, mas errando bastante nos saques. Aos poucos o Barueri foi se aproveitando dos erros e chegou a encostar no placar parcial, mas a partir do 11º primeiro ponto anotado pelo time treinado por José Roberto Guimarães, Tandara mostrou porque é a líder em pontos na Superliga Feminina e tratou de tranquilizar o jogo para o lado do time visitante. A ponteiro Angela Leyva também estava com a mão calibrada e conseguiu ajudar o time de Osasco a vencer o primeiro set com certa tranquilidade, por 25 a 18.

Já no segundo set da partida o jogo parecia outro, pois o Hinode Barueri encontrou uma forma de construir os pontos, já que o Vôlei Nestlé estava mal na recepção. Nesta segunda etapa de jogo Mari e Leyva, do Osasco erraram bastante ao receber a primeira bola, após o saque das jogadoras do time mandante e, com o passar do jogo, estes erros deixaram o Osasco mais frio, fora do ritmo que o time do Hinode Barueri estava aplicando. Os principais nomes do segundo set foram Jaqueline e Skowronska, que conseguiam virar praticamente todas as bolas que recebiam. Não demorou muito e o time de Barueri conseguiu conquistar boa vantagem e manter até o fim do set, vencendo por 25 a 17.

O terceiro set começou com os mesmos erros por parte do time visitante, mas o treinador do Osasco, Luizomar de Moura, tratou de dar uma injeção de ânimo em suas jogadoras. Em certos momentos as visitantes chegaram a passar o Hinode Barueri no placar, mas o terceiro set deu início a rallys fantásticos, que foram ajudando o Osasco a conseguir passar à frente do placar. Mais uma vez Tandara chamou a responsabilidade e seguiu no comando do ataque, agora junto com Bia, que, além de marcar pontos de ataque, começou a encaixar os bloqueios. O set foi um dos mais equilibrados, mas acabou com vitória do Osasco Vôlei Nestlé, pelo placar de 25 a 21.

O quarto e decisivo set se iniciou com tranquilidade para o lado do Osasco, pois agora os erros de recepção estavam do lado do time treinado por José Roberto Guimarães e, principalmente, com Jaqueline. Após a marcação do 14º ponto das visitantes contra 11 das donas da casa, o Hinode Barueri fez os mais de cinco mil espectadores no ginásio vibrarem ponto a ponto, até que o time de José Roberto passasse à frente do placar, por 15 a 14. Mas as emoções do jogo não pararam por ali, pois ainda tinha muito jogo pela frente. De um lado, Jaqueline e Skowronska e, do outro, Tandara e Bia seguiam fazendo um duelo digno de quartas de final e, quando tudo já parecia conspirar para que o jogo fosse para o set desempate, a figura de Carol Albuquerque apareceu, após o olhar apurado do treinador do time de Osasco, a experiente levantadora entrou em quadra e logo de cara já converteu um ponto em uma bela bola de segunda, mudando o patamar da partida outra vez. Assim, o Osasco Vôlei Nestlé virou o placar novamente e conseguiu fechar o set por 26 a 24 e assim conseguiu também fechar o jogo em 3 a 1.

Agora o compromisso do time de Osasco será contra as líderes do Dentil Praia Clube, que são as outras semifinalistas. Os dias e horários dos jogos serão definidos pela CBV (Confederação Brasileira de Vôlei) e você irá acompanhar mais jogos desta reta final do torneio aqui, na rádio de todos os esportes, nos microfones da Rádio Poliesportiva.

 

Ouça as entrevistas pós jogo, nas reportagens de Ivan Marconato:

 

  • Carol Albuquerque / Osasco Vôlei Nestlé

 

  • Técnico José Roberto Guimarães / Hinode Barueri

 

  • Camila Brait / Osasco Vôlei Nestlé

 

  • Jaqueline / Hinode Barueri

 

Reportagens: Ivan Marconato
Edição: Rafael Brito

 

Foto em destaque: João Neto/Fotojump

 

Redator da matéria: Gabriel Max, de São Paulo.

Gabriel Max

Gabriel Max

29 posts | 0 comments

Comments are closed.