O Velho Lobo: Zagallo 86 (8+6=14) anos em verde e amarelo

O Velho Lobo: Zagallo 86 (8+6=14) anos em verde e amarelo

Like
1341
0
sábado, 29 abril 2017
Futebol Brasileiro

Pode ser que a reportagem da Rádio Poliesportiva se engane, mas na história do esporte, e também na história do futebol brasileiro, é muito difícil que exista algum esportista que tenha o DNA tão verde e amarelo quanto o DNA de Mário Jorge Lobo Zagallo.  Esse nordestino nascido na capital do estado de Alagoas, é um dos mais vitoriosos esportistas brasileiros, e comemorará no próximo dia 09 de Agosto, 86 anos de idade.  Por sua importância, e também por conta de seus recordes dentro do futebol, a Rádio Poliesportiva lhe presta essa homenagem nesta reportagem.

E a matéria faz justiça ao homenageado, afinal de contas, Zagallo foi bicampeão do mundo como jogador, nas Copas de 1958, na Suécia; e de 1962 no Chile.  E do campo para o banco de reservas, foi o treinador do Tricampeonato Mundial na Copa do México, em 1970. E depois de 24 anos de jejum em títulos em Copas, lá estava o Velho Lobo, como coordenador técnico da Seleção Brasileira comandada por Carlos Alberto Parreira, que venceu a Copa de 1994, nos Estados Unidos.  Zagallo também treinou a Seleção Brasileira em duas outras Copas: 1974, quando ficou com o quarto lugar na competição, além de ter sido vice-campeão do mundo, na Copa da França, em 1998.

Para irritar o treinador adversário, Zagallo comemorou o gol imitando um aviãozinho. FOTO: Jornal O Globo

Para irritar o treinador adversário, Zagallo comemorou o gol imitando um aviãozinho. FOTO: Jornal O Globo

 

A carreira de treinador começou no ano de 1966, meses depois de Zagallo aposentar-se como jogador. O primeiro time comandado por Zagallo foi a equipe juvenil do Botafogo. Nos times do Rio de Janeiro, Zagallo comandou os quatro principais clubes. O Velho Lobo também aventurou-se no futebol do exterior, quando dirigiu o Al Hilal, e as seleções do Kuwait, da Arábia Saudita, e dos Emirados Árabes Unidos.

Uma das passagens mais curiosas de Zagallo como treinador da Seleção Brasileira aconteceu no ano de 1996, pouco antes da disputa dos Jogos Olímpicos de Atlanta. No dia 24 de abril daquele ano, a Seleção Brasileira enfrentou o time Sul-Africano no estádio Ellis Park, na cidade de Johanesburgo. O time sul-africano terminou o primeiro tempo com vantagem de 2 a 0 no placar, com gols marcados por Phil Masinga e Doctor Khumalo.

Zagallo num desabafo após a conquista da Copa América em 1997 " Vocês vão ter que me engolir" FOTO: Youtube

Zagallo num desabafo após a conquista da Copa América em 1997 ” Vocês vão ter que me engolir” FOTO: Youtube

 

Para comemorar os gols da África do Sul, o técnico da equipe Clive Barker, invadiu a linha lateral do campo correndo com os braços abertos, numa analogia a um avião. Mas no segundo tempo da partida amistosa, a Seleção Brasileira virou o placar, marcando três gols, com Flávio Conceição, Rivaldo e Bebeto.  Quando o Brasil fez o terceiro gol, Zagallo não se conteve: imitou a comemoração de Barker simulando outro aviãozinho, também com os braços abertos, e seguido por membros da comissão técnica brasileira.

Outra passagem marcante do treinador, aconteceu depois da partida final da Copa América, em 1997. No dia 29 de junho daquele ano, o Brasil conquistou o título continental, ao bater a Bolívia em La Paz.  O treinador, criticado por parte da imprensa e da torcida brasileira durante a competição, desabafou em frente uma câmera, numa entrevista, dizendo: Vocês vão ter que me engolir’. Segundo o treinador, o ato não foi planejado, e saiu de maneira espontânea.

O número 13 é o amuleto de Zagallo - FOTO: Jornal Extra RJ

O número 13 é o amuleto de Zagallo – FOTO: Jornal Extra RJ

 

Outra peculiaridade do treinador é a sua relação pessoal com o número 13. A mística com esse número persegue Zagallo, inclusive em sua vida fora do futebol. O Velho Lobo declarou numa entrevista no ano de 2012: ”Eu jogava com a 11, depois virei 13. Minha mulher é devota de Santo Antônio, e íamos casar dia 13 de junho. Meu sogro morreu, e acabamos casando dia 13 de janeiro. A camisa 13 deu certo. Hoje, tenho quatro filhos, seis netos e três bisnetos. Olha o 13 aí…”  À época, Zagallo também afirmou: ” Pretendo viver até os 85 anos. 8 + 5= 13″; disse o treinador.  Que bom que desta vez, a conta e o número de sorte de Zagallo não se confirmaram. Afinal de contas, no próximo dia 09 de agosto, ele completará 86 anos de idade. E 8 +6 =14. Feliz aniversário e muita saúde a um dos personagens mais vitoriosos do futebol brasileiro.

 

Foto de capa: CBF.com

 

Matéria de Ivan Marconato

 

 

Ivan Luis Marconato Rocha

Ivan Luis Marconato Rocha

272 posts | 3 comments