Natação: Etiene Medeiros repete feito e volta a ser a primeira mulher campeã mundial

Natação: Etiene Medeiros repete feito e volta a ser a primeira mulher campeã mundial

Like
323
0
domingo, 30 julho 2017
Natação

Etiene Medeiros marcou definitivamente seu nome na história do esporte brasileiro e mundial.  A nadadora já havia conquistado outros feitos importantes, como por exemplo, ser a primeira mulher a ganhar uma medalha num mundial júnior na natação. Agora, ela repete a conquista na categoria profissional.  Na última quinta-feira, ela venceu a prova dos 50 metros estilo costas no Mundial de Natação que está sendo disputado em Budapeste, na Hungria. A conquista fez dela a primeira mulher brasileira campeã nas piscinas em 44 anos de história do Campeonato Mundial dos Esportes Aquáticos, da Federação Internacional de Natação.

Etiene completou a prova mais rápida da natação com o tempo de 27s14.  E mais: a nadadora enfrentou uma importante adversária: a chinesa Fu Yuanhui.  No mundial de natação disputado em 2015, na cidade russa de Kazan, Yuanhui marcou 27s11 e ficou à frente da brasileira. Então, para Etiene, a conquista no Mundial de Budapeste foi uma espécie de “troco” ou revanche. O recorde mundial da prova pertence a outra nadadora chinesa: Jing Zhao marcou o tempo de 27s09 em 2009.

A nadadora brasileira falou sobre a conquista da medalha de ouro, que a fez a entrar para a história da natação nacional. “Desde o início da temporada, estava muito relaxada, mas desta vez estava mais nervosa do que o normal. Mas estou muito feliz. Por pouco, não é? “; brincou a brasileira ao término da prova em entrevista ao canal Sportv. Etiene se junta a outros importantes nomes da natação do país.

Etienne conquista medalha de outro no Mundial de Desportos Aquáticos. FOTO: Site Oficial da CBDA – Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos

Assim como ela, Poliana Okimoto conquistou o ouro na maratona aquática de 10 km, no mundial de Barcelona em 2013. Além dela, Ana Marcela Cunha conquistou o ouro em três campeonatos do mundo na prova dos 25 km, nas edições de Xangai-2011, Kazan-2015 e Budapeste-2017.

A medalha conquistada por Etiene Medeiros é a quarta do Brasil no Mundial de Budapeste. O Brasil também levou a prata no revezamento 4×100 estilo livre masculino Gabriel Santos, Cesar Cielo, Marcelo Chierighini e Bruno Fratus. Nicholas Santos conquistou a prata nos 50 metros borboleta, além de João Luiz Gomes Jr, que foi o segundo nos 50 m estilo peito e também levou a medalha de prata.

 

Ivan Luis Marconato Rocha

Ivan Luis Marconato Rocha

216 posts | 3 comments