Natação: Brasil conquista a prata no 4×100 livre no Mundial de Esportes Aquáticos

Natação: Brasil conquista a prata no 4×100 livre no Mundial de Esportes Aquáticos

Like
331
0
quarta-feira, 26 julho 2017
Natação

A tradição brasileira nas piscinas está mantida. Na noite do último domingo, 23 de julho, os brasileiros Gabriel Santos, Marcelo Chierighini, César Cielo e Bruno Fratus conquistaram a medalha de prata na disputa dos 4 x100 estilo livre, no Mundial de Esportes Aquáticos que está sendo disputado em Budapeste, na Hungria. Os nadadores brasileiros chegaram na segunda colocação na prova, com o tempo de 3min10s34. Os norte-americanos levaram o ouro, marcando o tempo de 3min10s06, enquanto os húngaros, donos da casa, obtiveram o bronze, com o tempo de 3min11s99.

Gabriel Santos, Marcelo Chierighini, Bruno Fratus e César Cielo conquistaram a medalha de prata. Foto: Site Oficial da CBDA

Bruno Fratus, nadador brasileiro, resumiu seu sentimento pessoal após a sua segunda conquista individual em mundiais. ” Estou feliz por ter colocado o Brasil novamente no pódio. O revezamento é a minha inspiração”; explicou Fratus em entrevista ao Sportv, após a prova. Já César Cielo, que não disputou a Rio 2016, também mostrou-se muito empolgado com a conquista.   “Os caras são muito bons e o resultado mostrou a força da nossa equipe”; contou o nadador. “Eu achei que não iria pegar mais nenhuma medalha, mas eles são muito bons. Tenho certeza que temos um ótimo futuro para a natação brasileira”; ressaltou Cielo. Ele ressaltou a importância da união do grupo em relação à conquista, que é inédita em sua carreira. “Tenho medalhas em todos os revezamentos em piscina curta e faltava esta em piscina longa. Estou muito feliz com tudo o que fiz na minha carreira. Trazer o país de volta para este pódio e ver a equipe unida, solidária, não tem preço. A última vez que estive no pódio mundial foi em piscina curta, em Doha, em 2014. Então estar de volta tem um sabor de final feliz “; disse Cielo ao canal Sportv.

A prata obtida no mundial de Budapeste, quebra um jejum de 23 anos na natação brasileira. O time brasileiro chegou às finais das últimas quatro edições do mundial, mas a última vez que subiu ao pódio foi na edição de 1994, no mundial de Roma, com a conquista de Gustavo Borges, Fernando Scherer, Teófilo Ferreira e André Teixeira. Na Rio 2016, o time brasileiro ficou na quinta colocação no revezamento 4 x 100 livre.

Até o momento, o Brasil está na sétima posição no quadro de medalhas do Mundial de Esportes Aquáticos.  O pais obteve  4 medalhas. Ana Marcela Cunha conquistou três bronzes, nas provas de 5, 10 e 25 km disputando a Maratona Aquática. Além da prata conquistada pelos rapazes no revezamento 4 x 100 livre.

 

Foto de capa: Site Oficial da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA)

 

Redator da matéria: Ivan Marconato, de São Paulo.

Ivan Luis Marconato Rocha

Ivan Luis Marconato Rocha

190 posts | 3 comments