MotoGP: Jorge Lorenzo faz as pazes com a vitória e vence pela primeira vez na Ducati

MotoGP: Jorge Lorenzo faz as pazes com a vitória e vence pela primeira vez na Ducati

Like
130
0
domingo, 03 junho 2018
Moto GP

Por: Paulo Arnaldo, de São Paulo

 

Foi uma semana complicada para ele! Em xeque, a permanência na equipe Ducati. O piloto espanhol de Palma de Mallorca, tricampeão da MotoGP pela Yamaha, em uma temporada e meia de Ducati sofrera para se adaptar a moto da marca italiana. Ele passou a última semana ouvindo declarações do diretor da equipe, dando a entender que não faria mais parte dos planos da equipe. Viveu uma semana sob os rumores de que estaria indo para uma nova equipe satélite da Yamaha. Respondeu ao diretor que é um piloto tricampeão da MotoGP. Mas a reviravolta estava por vir! A resposta triunfal aos críticos e ao diretor da Ducati foi dada dentro da pista de Mugello.

A sexta etapa da MotoGP reservou uma grande história no circuito de Mugello neste domingo. A casa da fanática torcida de Valentino Rossi estava em festa como sempre. Ainda mais que  “Il dottore” havia feito a pole position no treino de classificação do sábado. A primeira fila para a largada tinha Rossi, Lorenzo e Viñales, aparentando um bom final de semana para a Yamaha. Aliás, fazia um tempinho que a Yamaha não aparecia bem em treino de classificação.

 

No grid de largada, a esquadrilha de fumaça. Foto: MotoGP.com

Na largada, Lorenzo pulou para a primeira posição e Márquez que largara da sexta colocação, saltou para a segunda posição até a entrada da curva 1. Mas o espanhol da Honda deu uma espalhada e Rossi tomou a segunda posição. Já na curva seguinte, Marc Márquez, já na luta pela terceira posição, deu um chega para lá no italiano Danilo Petrucci que chegou a dar uma pequena saída na pista e perdeu algumas posições. Ao final da primeira volta, Lorenzo liderava com Valentino Rossi em segundo e Marc Márquez em terceiro.

Nas voltas seguintes, seis pilotos sofreram quedas: Jack Miller, Karel Abraham, Scott Redding, Takaai Nakagami e Thomas Lüthi. Enquanto isso, lá na frente, não demorava para Marc Márquez ultrapassar o dono da festa, Valentino Rossi e assumir a segunda posição.

Mas restando 19 voltas para terminar a prova, Márquez em perseguição a Lorenzo cometeu um erro que lhe custou a corrida! Na entrada da curva 10, o líder do mundial passou do ponto ideal de frenagem. Embora tenha havido todos os esforços para fazer o contorno ainda na parte asfaltada, a passagem pela brita acabou sendo inevitável. Não foi dessa vez que Márquez conseguiu salvar uma escapada! O resultado foi a queda para a 18ª posição na classificação da prova.

Lorenzo se mandou e abriu uma boa vantagem. Um pelotão se formou e as disputas ficaram quentes entre o esquadrão italiano formado por Valentino Rossi, Andrea Dovizioso, Andrea Iannone e Danilo Petrucci. E mais, um intruso espanhol Alex Rins da Suzuki. Dovi com uma Ducati veloz na reta dos boxes ultrapassou Rossi. A possibilidade de dobradinha em casa para a Ducati era real.

 

Da largada até o fim, praticamente uma vitória de ponta a ponta de Jorge Lorenzo. Foto: MotoGP.com

 

Rossi passou a lutar muito por essa terceira posição com esse pelotão mencionado acima. Rossi chegou a perder o terceiro lugar para Iannone. Pouco tempo depois, Petrucci executou uma grande ultrapassagem que superou os dois, Iannone e Rossi, num dos grandes lances da corrida. Nessa manobra, Rossi permaneceu na quarta posição. Mas por pouco tempo, pois Alex Rins ultrapassou Rossi que caiu para a quinta posição.

Felizmente, “Il dottore” fez a melhor escolha de  pneus. Com o composto de pneu duro na dianteira e pneu médio na traseira, o desempenho de Rossi cresceu mais para o final da prova. E não demorou para ele recuperar a quarta e depois a terceira posição. Duas voltas depois de perder a quarta posição para Alex Rins, Valentino Rossi a recuperou, na 16ª volta da corrida, há 7 voltas do fim. Uma volta depois, Rossi recuperou a terceira posição em uma bela ultrapassagem por fora sobre Danilo Petrucci.

Na última volta, Dovizioso perdeu rendimento e por pouco não perdeu a segunda posição para Valentino Rossi e quase ia embora a dobradinha da Ducati. Mas a festa estava preparada para a escuderia da casa complementada pela presença de Valentino Rossi no pódio. Viva Itália! Terminou com Jorge Lorenzo vencedor, Andrea Dovizioso na segunda posição e Valentino Rossi na terceira colocação.

Jorge Lorenzo comemorou muito essa primeira vitória pela Ducati. Foi a redenção do tricampeão da MotoGP. E pode ser que o rumo de Lorenzo na MotoGP seja de permanecer na equipe Ducati. Aguardemos as cenas dos próximos capítulos. A próxima etapa da MotoGP será na Espanha, no circuito de Barcelona, o GP da Catalunha, dia 17 de junho.

 

O parque fechado em festa após a prova de Mugello. Foto: MotoGP.com

 

Confira a classificação final da prova:

Fonte: MotoGP.com

 

Confira a classificação do campeonato:

Fonte: MotoGP.com

 

 

Foto em destaque: MotoGP.com

Paulo Arnaldo do Amaral Lima

Paulo Arnaldo do Amaral Lima

362 posts | 2 comments

Comments are closed.