Libertadores: Confira a atuação dos brasileiros nos jogos de ida das oitavas de final

Libertadores: Confira a atuação dos brasileiros nos jogos de ida das oitavas de final

Like
109
0
sábado, 11 agosto 2018
Copa Libertadores

Por: Bruno Mattos, de São Paulo

 

Estudiantes 2 x 1 Grêmio

Os 45 primeiros minutos foram típicos de Copa Libertadores da América, jogo duro, pegado e de muita disputa pela bola. Mas o Estudiantes começou melhor jogo e saiu na frente com o atacante Apaolaza que abriu o placar para os donos da casa logo aos 8 minutos, após linda finalização de fora da área. Já os comandados de Renato Gaúcho encontraram extremas dificuldades para encaixar seu jogo ofensivo na etapa inicial e deixavam muitos espaços entre as linhas no setor defensivo. E foi assim que os argentinos chegaram ao segundo gol aos 37 minutos com Gastón Campi. Mas o atual Campeão da Libertadores cresceu nos minutos finais e diminuiu o placar com o zagueiro Kannemann de cabeça aos 44 minutos.

No segundo tempo o Tricolor gaúcho voltou melhor mais ligado no jogo e criando mais oportunidades de gol. Já o Estudiantes acabou relaxando e deu muitos espaços para os visitantes jogarem. O Grêmio ficou com um jogador a mais nos 10 minutos finais e começou a pressionar em busca do gol de empate, mas parou na falta de inspiração de seu sistema ofensivo.

No jogo de volta em Porto Alegre na próxima Quinta-Feira, O Grêmio precisa vencer por dois gols de diferença para avançar a próxima fase. Já a vitória por 1 a 0 leva o jogo para os pênaltis. O Estudiantes joga pelo empate ou por derrota por um gol de diferença se marcar gol.

O zagueiro Kanemann comemora o gol do tricolor gaúcho.Foto: Conmebol Libertadores/Facebook

Colo-Colo 1 x 0 Corinthians

Chilenos e Brasileiros fizeram um jogo movimentado na primeira etapa, com muita intensidade na marcação e muita luta pela bola. Mas os donos da casa foram superiores, com mais controle do jogo e chegando mais na área Corinthiana. E os Caciques abriram o placar com o volante Carlos Carmona aos 37 minutos, após rebote do goleiro Cássio.

Na etapa complementar o Corinthians teve a perda do volante Gabriel expulso aos 10 minutos após levar o segundo cartão amarelo. O jogo tomou ares dramáticos para o time do povo que buscava o gol de empate mas tinha o cuidado para não levar o segundo gol. E o Colo-Colo se aproveitou da superioridade numérica e foi pra cima nos 10 minutos finais, criando três grandes chances de gol, mas que foram paradas na grande atuação do goleiro Cássio.

Vitória justa dos chilenos que mostram mais regularidade na partida, e agora jogaram pelo empate na Arena Corinthians. Já o Timão precisará vencer por dois gols de diferença para chegar as Quartas de final.

Com atuação muito ruim, Corinthians joga mal e perde no jogo de ida das Oitavas de Final. Foto: Conmebol Libertadores/Facebook

Flamengo 0 x 2 Cruzeiro

O jogo começou com os visitantes com uma proposta bem clara de jogo, marcando pressão atrás da linha da bola e apostando na velocidade de seus homens de frente pelos lados do campo. E a estratégia funcionou quando o meia uruguaio De Arrascaeta colocou a Raposa na frente no Maracanã. Após sofrer o gol o Flamengo acordou no jogo, mas tinha extremas dificuldades para infiltrar na forte defesa mineira.

Na etapa final o Rubronegro foi pra cima em busca do empate, mas sentia o jogo ruim de seus homens de criação, Diego e Everton Ribeiro. Enquanto o Cruzeiro fazia um jogo de muita inteligência tática, e apenas aguardava um erro dos donos da casa, e isso aconteceu aos 33 minutos quando o meia Thiago Neves fez o segundo dos mineiros, calando os mais de 40 mil torcedores presentes no Estádio do Maracanã.

Atuação Gigante do Cruzeiro, que leva uma grande vantagem para o jogo de volta em BH. Já o Flamengo terá uma difícil missão de vencer por três gols de diferença para avançar a próxima fase da Copa Libertadores.

Cruzeiro faz jogo perfeito contra o Flamengo e leva enorme vantagem para o jogo da volta em BH  Foto: Conmebol Libertadores/Facebook

 

Cerro Porteño 0 x 2 Palmeiras

No primeiro tempo, os donos da casa iniciaram o jogo priorizando a posse de bola e pressionando os visitantes. Porém no momento da criação e conclusão, o time paraguaio não tinha aproximação entre os seus homens de criação e tinha dificuldades na finalização. Já o Palmeiras teve muitas dificuldades para encaixar o seu jogo de transição, movimentação em seu meio campo e a velocidade de seu ataque pelos lados do campo. O time de Felipão não conseguia sair do jogo de força física e competitivo imposto pelo Cerro Porteño. E a melhor chance de gol da primeira etapa foi dos paraguaios, quando o meia Rojas finalizou dentro da área mas acabou isolando a bola.

Nos 45 minutos finais, o Palmeiras começou mais ligado no jogo e saiu na frente logo aos 2 minutos, após falta cobrada pela esquerda por Dudu, o atacante colômbiano Miguel Borja se aproveitou de falha da zaga paraguaia e marcou pela primeira vez após o retorno da Copa do Mundo e de sua lesão. Após sofrer o gol o técnico Luiz Zubeldia abriu mais o seu time em busca da reversão do placar adverso. E com isso, acabou dando mais espaços para o time brasileiro jogar e criar suas oportunidades de gol. O Cerro conseguia chegar apenas nas bolas longas e na base da ligação direta. Faltava mais qualidade no meio e velocidade na frente para encomodar a bem posicionada zaga Alviverde. Enquanto os comandados de Luiz Felipe Scolari jogam no erro e aguardando um contra-ataque para matar o jogo. E isso aconteceu aos 25 minutos, após grande jogada do meia Moisés o atacante artilheiro Borja fez o segundo dele no jogo, dando ao Palmeiras a importante vitória em Assunção.

Técnico Luis Felipe Scolari estreia com vitória na Copa Libertadores. Foto: Conmebol Libertadores/Facebook

 

Foto em Destaque: Conmebol Libertadores/Facebook

Bruno Mattos

Bruno Mattos

68 posts | 0 comments

Comments are closed.