Japonês Yuto Horigome e Pâmela Rosa vencem no Oi STU Open no Rio de janeiro

Japonês Yuto Horigome e Pâmela Rosa vencem no Oi STU Open no Rio de janeiro

Like
319
0
sexta-feira, 05 maio 2017
Esportes Radicais

No último final de semana, a Praça Duó, na cidade do Rio de Janeiro, foi palco da final do Oi Skate Total Urbe Open (Oi STU Open), campeonato internacional que contou com mais de 200 skatistas representando 8 países em cinco dias de competições.

Diante de uma arena lotada, a decisão no domingo consagrou o japonês Yuto Horigome campeão da categoria masculina, com linhas ousadas e versáteis, seguido pelo neozelandês Tommy Finn e pelo amador Lucas Alves, que competiu equiparado aos profissionais. No feminino, dobradinha brasileira com Pâmela Rosa, em primeiro, e Gabriela Mazetto, em segundo, fechando o pódio com a austríaca Julia Bruckler.

Natural de São José dos Campos, a embaixadora do Oi STU Open Pâmela Rosa, bicampeã mundial e medalhista no X Games, entrou com força total na disputa para conquistar mais esse título: “Estou muito feliz. Só tenho a agradecer à organização do evento, que foi fantástico, e a todos que me apoiam. Foi uma experiência incrível competir aqui no Rio, com toda essa torcida e energia.

O amador Lucas Alves não deixou a desejar e ficou com um merecido 3º Lugar entre os profissionais. Foto: Divulgação/Oi STU Open

No outro pódio, Yuto Horigome venceu o torneio com a média de 83.83 como nota final e Tommy Finn, que também se destacou pelo grau de dificuldade das manobras, com 80.83, ficou em segundo. Contudo, a grande surpresa do evento foi o terceiro lugar de Lucas Alves. O amador curitibano conseguiu a vaga para disputar com os profissionais após estar entre os melhores classificados nas eliminatórias, composta somente de skatistas amadores, chegando ao terceiro lugar da competição com uma trajetória sensacional: “Cheguei a ficar em primeiro na bateria, mas acabei errando três manobras na parte final e perdi pontos. Estou muito feliz. Quase não tenho palavras para descrever. É uma conquista muito importante para a minha carreira”.

O evento contabilizou a maior premiação para um campeonato de skate da América Latina, com um total de R$ 400 mil. Representantes de Brasil, França, Argentina, Estados Unidos, Holanda, Áustria, Japão e Nova Zelândia participaram do campeonato.

A International Skateboard Federation (ISF), a World Cup Skateboarding (WCS), a Confederação Brasileira de Skate (CBSk) e a Federação de Skateboard do Estado do Rio de Janeiro (Faserj) foram as entidades responsáveis pela organização e estrutura da competição, junto da companhia Oi e viabilizado pela Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude do Rio de Janeiro.

 

Classificação Final Open Masculino

 

Yuto Horigome (JAP) – 83.83
Tommy Fynn (NEW) – 80.33
Lucas Alves (Curitiba) – 78.33
Joseph Garbaccio (FRA) – 74.67
Vincent Milou (FRA) – 74.33
Kelvin Hoefler(BRA)  – 73.67
Carlos Ribeiro “Dudu” (BRA) – 71.00

 

Classificação Final Open Feminino

 

Pâmela Rosa(BRA) – 84.83
Gabriela Mazetto (BRA) – 80.33
Julia Brueckler (AUS) – 80.33
Mariah Duran(USA) – 70.33
Candy Jacobs(HOL) – 68.50
Charlotte HymParis (FRA) – 62.83
Helene Gerard (FRA) – 58.17
Vitória da Silva (BRA) – 50.00

 

Premiação:

 

Open Masculino (192 competidores no total)
1º lugar – R$ 66 mil
2º lugar – R$ 48 mil
3º lugar – R$ 36 mil

Open Feminino (32 competidoras no total)
1º lugar – R$ 20.700
2º lugar – R$ 16.200
3º lugar – R$ 13.500

* As premiações contemplaram até o 32º colocado no Masculino e a 12ª no Feminino

 

Confira como foi esse evento no vídeo abaixo:

Rafael Lardieri

Rafael Lardieri

56 posts | 0 comments