Ítalo Ferreira vence Mick Fanning e é campeão da etapa de Bells Beach

Ítalo Ferreira vence Mick Fanning e é campeão da etapa de Bells Beach

Like
68
0
sexta-feira, 13 abril 2018
Surf

A etapa de Bells Beach, segunda das três etapas da chamada “perna australiana” da Liga Mundial de Surfe (WSL), se encerrou com uma praia lotada por um público que aguardava assistir o duelo épico entre australiano tricampeão mundial Mick Fanning contra o potiguar Ítalo Ferreira. O confronto final acabou por sagrar o brasileiro como campeão da segunda etapa da temporada 2018 e marcou também a despedida do anfitrião da etapa e dono de quatro títulos em Bells Beach ao longo de sua careira. Após a vitória, Ítalo lidera a corrida pelo título mundial junto do australiano Julian Wilson, que venceu em Gold Coast na etapa anterior.

“Ainda não posso acreditar, é tudo muito incrível. Nunca imaginei que minha primeira vitória fosse em cima da lenda Mick Fanning, o cara é meu ídolo. Estou muito feliz”, afirmou Ítalo após a vitória. “Isso é fruto de muito trabalho. Mesmo com uma temporada passada difícil por conta de minha última lesão, consegui dar a volta por cima e representar o Brasil”.

Especialista em ondas que quebram para a direita, como é o caso das de Bells Beach, Ítalo demonstrou notável habilidade desde o início da etapa e vinha, a cada fase, superando seus próprios recordes, principalmente com seu backside agressivo, liquidando um a um os seus adversários. Na terceira fase, contra o conterrâneo Filipe Toledo, o potiguar alcançou a soma de 16,60 pontos, com notas de 8,50 e 8,10. Já nas quartas de final, contra o havaiano Ezekiel Lau, a soma foi ainda maior, com 17,86 pontos. Com a ótima performance, Ítalo chegou a semifinal para enfrentar outro gigante brasileiro e com a soma de 16 pontos a 14,10 derrotou Gabriel Medina para disputar a grande final contra Mick Fanning.

Na final, um espetáculo com boas manobras protagonizado pelos dois melhores surfistas da etapa foi um show à parte. Ao pegar belas bordas, Fanning marcou 8,10 pontos contra 6,33 do brasileiro e saiu na frente, mas Ferreira não estava disposto a entregar a etapa facilmente e, logo em seguida, depois de uma bela sequência, somou 7,33 pontos para assumir a ponta. Restando apenas alguns minutos, o australiano não foi capaz de atingir uma boa combinação, o que só lhe atribuiu a nota de 4,73. Porém, já o brasileiro foi mais incisivo e alcançou em uma majestosa combinação a soma de 8,33 pontos para ver o caneco vir a se erguer por suas mãos.

Após sua derrota, Mick Fanning saiu do mar encerrando a sua carreira com o segundo lugar na etapa e terceira colocação no ranking, mas também saiu aplaudindo muito o brasileiro em uma cena emocionante e digna de um dos maiores mitos do esporte, sendo coroado pelo grande público ali presente.

No feminino, a hexacampeã mundial Stephanie Gilmore igualou a marca de quatro vitórias de Mick Fanning ao vencer  a jovem havaiana Tatiana Weston-Webb em sua oitava final em Bells Beach. Com a vitória, Gilmore também está a frente na corrida pelos títulos mundiais da temporada.

O circuito mundial de Surfe 2018, que começou a todo vapor no dia 11 de março em Gold Coast, na Austrália, conta com 34 surfistas da elite do surfe, sendo 11 representantes brasileiros para esta temporada, em número recorde. A primeira fase de cada etapa é sempre round no loser, isto é, os dois perdedores de cada bateria vão para uma repescagem, enquanto os vencedores avançam direto para a terceira fase.

 

Próxima etapa

Wilson garantiu a liderança do ranking mundial até a terceira etapa da WSL 2018 que já está rolando e que teve início no dia 11 de abril, em Margaret River, com prazo para fechar a “perna australiana” até o dia 22 deste mês.

 

Confira também o Podcast

Quer saber mais sobre a etapa de Bells Beach e a vitória do brasileiro Ítalo Ferreira? Ouça o boletim em podcast com apresentação de Rafael Lardieri:

 

Foto em destaque: WSL/Kelly Cestari

 

Redator: Rafael Lardieri, de Santo André

Rafael Lardieri

Rafael Lardieri

56 posts | 0 comments

Comments are closed.