Indy 500: A prévia da maior corrida do mundo

Indy 500: A prévia da maior corrida do mundo

Like
53
0
quinta-feira, 24 maio 2018
Formula Indy

Por: Danilo Dias, de São Paulo.

 

O último domingo do mês de maio é aguardado ansiosamente por todo fã de automobilismo ao redor do mundo. No dia anterior ao Memorial Day, comemorado sempre na última segunda-feira do mês nos Estados Unidos, as 500 Milhas de Indianápolis transformam uma bucólica região em capital mundial da velocidade. E em 2018 não será diferente, com a 102º edição da prova que promete como sempre muita emoção nas suas mais de três horas de prova.

 

Precedentes da corrida

O ano de 2018 na Indy 500 marcou a volta do Bump Day, dia em que se definem os 33 carros que irão largar. Para isso, todos os inscritos precisam fazer voltas lançadas para entrar entre os 33 classificados. Eram 35 concorrentes e dois deles, portanto, ficaram de fora. A infelicidade ficou nas mãos de Pippa Mann, inglesa de presença recorrente nas 500 Milhas, mas de poucos resultados. O outro nome foi bem mais sentido. James Hinchcliffe, piloto da temporada regular e quinto colocado na temporada 2018 da Indy teve vários problemas durante o Bump Day, sendo o principal deles as vibrações nos pneus que minaram seu desempenho. Além disso, pegou tráfego nos pits, sofreu por conta da chuva e ficará de fora da edição número 102 da prova.

Ao fim do Bump Day, o público já sabia quem estava fora, quem concorreria, a pole e quem estaria no meio do grid. Os nove primeiros teriam a chance de conquistar a pole position, enquanto do décimo ao trigésimo terceiro colocados, o treino seria definido apenas entre essas posições. No grupo a partir do décimo, os brasileiros brilharam. O veterano Tony Kanaan e o rookie Matheus Leist (pilotos da A.J. Foyt) fizeram os melhores tempos do grupo conquistando respectivamente a décima e a décima primeira posição. No grupo da pole, novamente o piloto da casa Ed Carpenter fez a alegria da torcida. Como um dos pilotos mais experientes e queridos do grid, fez pela terceira vez a pole position e busca enfim, uma vitória na pista que é quintal de sua casa superando os pilotos da Penske. Simon Pagenaud larga em segundo, Will Power em terceiro e Josef Newgarden em quarto. Mostrando sua qualidade ímpar, Sébastien Bourdais com a pobre, mas esforçada Dale Coyne larga em quinto após o acidente grave que o tirou da prova do ano passado durante os treinos. E equipe Carpenter, além de seu dono, ganhou dois pilotos no grupo dos nove com os bons desempenhos de Spencer Pigot que larga em sexto e Danica Patrick, que de volta ao grid para encerrar sua carreira surpreendeu positivamente e larga na sétima posição. Hélio Castroneves que na temporada de 2018 não está entre os pilotos regulares da IndyCar está de volta para a disputa da Indy 500 e é o brasileiro melhor colocado no grid, largando em oitavo com sua Penske. Scott Dixon fecha o grupo dos nove largando exatamente em nono sendo o melhor piloto da Chip Ganassi.

James Hinchcliffe foi o piloto mais importante a ficar de fora da prova após problemas no ‘Bump Day’. Foto: Walter Kuhn/IndyCar.

 

Detalhes a serem observados

Os kits Chevrolet parecem levar uma pequena vantagem sobre os kits Honda nas 500 Milhas. A Carpenter e a Penske, que são predominantes nas primeiras posições utilizam o kit norte americano.

Dos pilotos que já venceram as 500 Milhas, o que está melhor posicionado no grid é Hélio Castroneves, em oitavo. Dixon que também já venceu larga ao seu lado, em nono. Já na décima posição, outro campeão da prova: Tony Kanaan. Os outros vencedores na sequência são Ryan Hunter-Reay que sai da quinta fila, Takuma Sato, atual vencedor saindo da sexta fila e Alexander Rossi, que sai da última fila na trigésima segunda posição.

O melhor rookie no grid é o brasileiro Matheus Leist, que sai da quarta fila entre Tony Kanaan e Marco Andretti. O canadense Zachary Claman DeMelo sai da quinta fila e seu compatriota Robert Wickens sai da sexta fila, ao lado do outro rookie, o norte americano Kyle Kaiser. Os quatro estreantes saem de boas posições e prometem boas provas.

Os pilotos da casa ainda são maioria, mas diferente de outras épocas não chegam a preencher metade do grid. São quatorze pilotos nascidos nos Estados Unidos. Além deles são quatro britânicos além de Ed Jones, inglês que corre sob a bandeira dos Emirados Árabes, três brasileiros, dois australianos, dois colombianos, dois franceses, dois canadenses, um espanhol, um neozelandês e um japonês.

Brasileiros da Foyt: Boas chances. Foto: James Black/IndyCar.

 

Favoritismo

Falar de favoritismo numa corrida com tantas possibilidades é sempre muito relativo. Apesar das nuances que rondam a Indy 500, alguns pilotos saem na frente rumo à vitória. Ed Carpenter talvez seja o piloto que mais persegue a conquista no grid atual. Após bater na trave algumas vezes e figurar sempre entre os mais rápidos da corrida, talvez este seja o ano. Em suma, os pilotos com kits Chevrolet saem um pouco na frente dos pilotos com os kits da Honda. A Andretti, sempre forte, sofre com os kits japoneses. Enquanto isso, equipes de menor expressão e com pilotos ainda jovens tiveram bons desempenhos com os kits americanos. Caso por exemplo da Juncos, que com o novato Kyle Kaiser sai no meio do grid em contraponto a Alexander Rossi, vencedor da prova que com uma Andretti Honda fez apenas o 32º tempo.

Os brasileiros como sempre, aparecem como candidatos. Hélio Castroneves tem como meta pessoal alcançar os grandes vencedores da prova A.J. Foyt, Al Unser e Rick Mears, alcançando o tão sonhado quarto título da prova e entrando de vez para a história do oval, sendo inclusive o maior vencedor isolado não-americano da prova. Tony Kanaan conta também com os kits Chevrolet, assim como Matheus Leist, novato que aos 19 anos já surpreende pelo bom desempenho nos carros mais rápidos do automobilismo.

A corrida acontece no próximo domingo, 27 de maio, dia anterior ao Memorial Day. A promessa é de grandes emoções e de mais um grande capítulo escrito da corrida de monopostos mais importante do mundo.

 

Foto: Chris Owens/Indycar

 

Foto em destaque: Indianapolis Motor Speedway / Facebook

Danilo Dias

Danilo Dias

32 posts | 0 comments

Comments are closed.