França bate o Brasil e conquista o bicampeonato da Liga Mundial, em Curitiba

França bate o Brasil e conquista o bicampeonato da Liga Mundial, em Curitiba

Like
392
0
segunda-feira, 10 julho 2017
Liga Mundial

A França superou o Brasil por 3 sets a 2 (parciais de 21/25, 25/15, 25/23, 19/25 e 15/13) e conquistou, na madrugada deste domingo, o bicampeonato da Liga Mundial de Vôlei. Os franceses, que perderam apenas um jogo nesta edição (para a Itália, na fase de classificação) haviam vencido o torneio em 2015. Já o Brasil, maior campeão da competição, com 9 títulos, não a fatura desde 2010.

A partida final, bastante equilibrada, foi presenciada por mais de 23 mil pessoas, que, apesar da baixa temperatura, lotaram a Arena da Baixada, estádio do Atlético-PR, em Curitiba. O destaque do jogo foi o ponteiro francês Ngapeth, com 29 pontos. O oposto Wallace e o ponteiro Lucarelli foram os que mais marcaram para o Brasil: 22 pontos, cada.

 

A seleção brasileira, que havia perdido apenas três jogos na competição até a partida final, tentava o primeiro título após a saída do técnico multicampeão Bernardinho. Antes da decisão, havia batido os Estados Unidos por 3 sets a 1, na semifinal.

Já os franceses passaram pelos canadenses, que viriam a conquistar o terceiro lugar do torneio, e confirmaram seu favoritismo diante do Brasil.

Os franceses perderam apenas da Itália nesta edição da Liga Mundial – Foto: Divulgação/FIVB

“Foi um jogo espetacular. Eles defenderam muito bem, nos colocaram em muita dificuldade e nós sabíamos que seria assim, um jogo decidido lá em cima, no detalhe. Queria muito agradecer a cada um desses jogadores. Todos se entregaram ao máximo, lutaram e o placar de hoje mostra o nível da competição”, disse o técnico Renan Dal Zotto, que substituiu Bernardinho no comando do time, após a partida.

Os vice-campeões Lucarelli (ponteiro) e Wallace (oposto) acabaram escolhidos para a seleção da Liga Mundial. Além deles, formam o time da competição o também ponteiro Ngapeth, o levantador Toniutti e o central Le Roux (os três da França), o também central Graham Vigrass e o líbero Blair Bann, ambos do Canadá.

 

Foto de capa: Foto: Divulgação/FIVB

 

Redator da matéria: Leonardo Guandeline, de Guarulhos.

Leonardo Guandeline

Leonardo Guandeline

78 posts | 7 comments