Fórmula Indy: Hinchcliffe desbanca o favoritismo da Penske e conquista a vitória em Iowa

Fórmula Indy: Hinchcliffe desbanca o favoritismo da Penske e conquista a vitória em Iowa

Like
47
0
domingo, 08 julho 2018
Formula Indy

Por: Paulo Arnaldo, de São Paulo.

 

O circuito oval mais “miúdo” da temporada recebeu a Fórmula Indy neste domingo. Quem. O treino de classificação no oval de 0,894 milhas (ou 1,4 km) neste sábado indicava para um domínio da Penske para a corrida do domingo. Afinal, Will Power fez a pole, Josef Newgarden foi o segundo colocado e Simon Pagenaud foi o quarto colocado. Apenas, Ryan Hunter-Reay, piloto da Andretti, estava como intruso na terceira colocação. Hunter-Reay também estaria no páreo para levar essa corrida. Afinal ele é o detentor do maior número de vitórias nessa pista. Foram 3 vezes no primeiro lugar. Além disso, o norte-americano da Andretti tem bom retrospecto nesse tipo de circuito de oval – curto.

Quem ditou o ritmo inicial da corrida foi Josef Newgarden que assumiu a liderança na 24ª volta. Will Power largou bem e manteve a liderança até ali, mas um problema na ultrapassagem sobre o Marco Andretti, que era retardatário, o fez cair para o segundo lugar. Enquanto isso, James Hinchcliffe fazia uma grande prova. Largando da 8ª posição e na primeira volta passando na 11ª posição, nesse momento da prova, o piloto canadense já se encontrava em 5º lugar. Na 40ª volta, um pouco antes da primeira parada nos boxes, Hinchliffe já se encontrava na segunda posição.

Outro que crescia na corrida era o piloto americano Spencer Pigot. Principalmente após a primeira parada nos boxes, Pigot já dava as caras lá pela quinta posição. Na 100ª volta, Pigot ultrapassava Hunter-Reay e assumia a quarta posição. Treze voltas mais tarde, Pigot ultrapassava Simon Pagenaud e subia para a terceira posição.  Power foi o que perdeu mais posições após a primeira parada e chegou a cair para o sétimo lugar.

 

O brasileiro Tony Kanaan terminou a prova deste domingo na 17ª posição. Foto: Chris Jones / Indycar / Site / Galeria de Fotos

 

A primeira bandeira amarela só surgiu na 139ª volta, quando Zach Veach acabou perdendo o traçado e bateu levemente no muro. Na relargada, Newgarden conseguiu abrir uma boa vantagem e o segundo lugar ficou bem disputado entre Hinchcliffe e Pigot. Pigot chegou a fazer a ultrapassagem, mas tomou o troco logo depois. Na 200ª volta, Hinchliffe já jogava uma pressão ao líder Newgarden. Takuma Sato e Spencer Pigot também entravam nessa briga! Foi o momento mais disputado da corrida com os quatro pilotos bem próximos. Sato chegou a assumir a segunda colocação, após uma escorregada de Hinchcliffe.

A última parada nas boxes alterava mais uma vez as posições da frente. Pigot acertou o momento de parar e voltou para a pista na segunda posição. Nesse momento, apenas sete pilotos estavam na volta do líder. Hinchcliffe recuperou a segunda posição na 251ª volta e partiu para cima de Newgarden. Não demorou e na 256ª volta, Hinchcliffe ultrapassa o piloto da Penske para assumir definitivamente a liderança e dali sacramentar  a vitória. No desfecho da prova, ainda teria uma nova bandeira amarela causada por Ed Carpenter há sete voltas para o fim. Durante a bandeira amarela, a Penske chamou Newgarden para os boxes, imaginando que teria a relargada na verde. Mas isso não aconteceu. A corrida terminou sob bandeira amarela.

 

James Hinchcliffe na chegada sob bandeira amarela. Foto: Chris Jones / Indycar / Site / Galeria de Fotos

 

James Hinchcliffe venceu a prova após um bom período sem vencer – mais de um ano. Sem contar, que Hinchcliffe não conseguiu sequer posição de largada para as 500 Milhas de Indianápolis. Até então, um ano amargo para o canadense que dessa vez, conquistou essa vitória para mudar esse cenário tão desfavorável.  Spencer Pigot terminou na segunda posição e Takuma Sato completou o pódio em terceiro. Josef Newgarden ficou com a quarta posição, Robert Wickens na quinta colocação e Will Power na sexta posição.

Os brasileiros na prova.  Matheus Leist abandonou a prova por problemas mecânicos logo no início da corrida. Tony Kanaan em um dia ruim da equipe Foyt que não encontrou um bom acerto. Na primeira parada de boxes, Tony já foi chamado cedo para realizar a troca de pneus por falta de um bom rendimento na pista. Isso comprometeu a corrida do brasileiro que ficou há 8 voltas do líder e finalizou apenas na 17ª posição.

A próxima etapa da Fórmula Indy será já na semana que vem, na terra do vencedor deste domingo, no Canadá. Dia 15 de julho,  no circuito de rua de Toronto.

 

Comemoração do canadense James Hinchcliffe pela vitória ainda dentro do carro. Foto: Chris Owens / Indycar / Site / Galeria de Fotos

 

Confira o resultado final da prova:

Fonte: Indycar.com

 

Com essa classificação, o campeonato da Indy ficou embolada. Veja:

Fonte: Indycar.com

 

Foto em destaque: Chris Jones / Indycar / Site / Galeria de Fotos

Paulo Arnaldo do Amaral Lima

Paulo Arnaldo do Amaral Lima

314 posts | 2 comments

Comments are closed.