Fórmula Indy: Dixon coloca a experiência na pista para ser o Pentacampeão

Fórmula Indy: Dixon coloca a experiência na pista para ser o Pentacampeão

Like
91
0
segunda-feira, 17 setembro 2018
Automobilismo

 

Por: Danilo Dias, de São Paulo

 

A experiência foi campeã da IndyCar em 2018. Alexander Rossi cometeu um erro logo no início da prova, caiu para último, remou muito até o fim da corrida mas sua sexta posição não foi suficiente para evitar o quinto título de Scott Dixon na categoria.

 

Corrida

Na sinuosa pista do vale dos vinhos, a primeira curva foi determinante para a prova. Rossi que lutava pelo título foi afoito e tocou Marco Andretti logo na largada, o que fez a frente do seu carro ficar danificada. Comprometeu sua prova mas levou o seu carro aos pits, onde teve o aerofólio trocado para que tentasse ainda buscar algo. Mais a frente, Dixon segurava Newgarden e Pagenaud.

Rossi tentava neste momento economizar combustível e ficar na mesma volta dos líderes. O trunfo veio quando Graham Rahal abandonou com problemas em seu carro. Parou na reta oposta e provocou uma bandeira amarela, o que aproximou todos os pilotos inclusive Rossi. Parecia uma luz do fim do túnel do americano que ainda lutava pelo título.

Dixon seguia entre os ponteiros enquanto Rossi mostrava que buscava o título a qualquer custo, sem deixar a perícia de lado. Prova disso foram as grandes ultrapassagens durante a prova numa pista complicada de se encontrar bons espaços. Passou por quatro adversários e por Marco Andretti, que fez trabalho de equipe e cedeu a posição para que Rossi seguisse em busca do caneco.

A estratégia, entretanto, começou a pesar. Rossi teve de diminuir o ritmo para evitar uma pane seca. Devolveu a posição para Andretti e apenas torceu para que algo acontecesse ao seu favor. Dixon, porém, seguia pleno entre os líderes e parecia naquele momento que mais nada poderia tirar sua conquista. O neozelandês só teve o trabalho de segurar o rival australiano Will Power para completar a prova em segundo e levar seu carro laranja e azul para o título de 2018. Ryan Hunter-Reay foi o vencedor da última prova do ano.

 

Ao vencedor, as honras do título! Foto: Joe Skibinski/IndyCar

 

Rossi cruzou a linha em sétimo, com o combustível ‘no cheiro’. Viu Dixon igualar a marca de A.J. Foyt com o Pentacampeonato da categoria. O experiente piloto se aproxima dos últimos anos de sua carreira confirmando ser um dos maiores da história da IndyCar e um dos maiores pilotos da história do automobilismo.

 

Sequência

A IndyCar encerra suas atividades em 2018 com Dixon como o campeão e Rossi, o vice. Para o ano que vem, a expectativa é que a categoria tenha pelo menos três brasileiros no grid: O experiente Tony Kanaan terá ao lado os jovens Matheus Leist e Pietro Fittipaldi, que fizeram suas temporadas de estreia neste ano. No próximo ano também, teremos a volta da histórica pista de Laguna Seca e a presença de Fernando Alonso no grid, uma atração a parte que atrairá mais olhos para a categoria. A IndyCar vive a melhor fase desde sua unificação.

 

Foto em destaque: Joe Skibinski/IndyCar

 

Danilo Dias

Danilo Dias

47 posts | 0 comments

Comments are closed.