Fórmula Indy: Em Gateway, Will Power vence e mantém vivo o sonho do título

Fórmula Indy: Em Gateway, Will Power vence e mantém vivo o sonho do título

Like
96
0
domingo, 26 agosto 2018
Automobilismo

Por: Danilo Dias, de São Paulo.

 

Numa prova onde as estratégias de boxes foram determinantes para os resultados, Scott Dixon liderou boa parte da prova mas viu Power se destacar para vencer, com Rossi chegando em segundo e embolando a classificação para as duas últimas etapas do Campeonato. Depois de uma favorável estratégia de paradas a Rossi e uma grande prova de Power com Dixon sempre próximo, o campeonato embolou em pontuação e chega a suas duas últimas etapas em aberto.

 

Corrida

O fim de semana começou chuvoso, o que atrapalhou os treinos classificatórios. O maior beneficiado foi Scott Dixon, que largou em primeiro e disparou na ponta logo no início. O que ele não contava era ter como adversário um inspirado Will Power. Saindo do quarto lugar, o australiano da Penske fez diversas ultrapassagens no oval de Madison e se colocava a cada parada como um dos postulantes a vitória.

 

O grid. Foto: IndyCar

Enquanto a briga entre Power e Dixon acontecia, Rossi em grande fase aparecia para brigar pela ponta também. Numa estratégia diferente de paradas e de economia de combustível, o americano apareceu entre os primeiros e manteve-se entre os principais pilotos da corrida, fato que vem sendo frequente durante a temporada. Como o Gateway não exige pé embaixo durante todo o tempo, foram 500 milhas de menos paradas em relação aos grandes speedways. A maioria optou por quatro paradas, enquanto Rossi guiou no giro mais baixo possível durante a corrida, visando uma parada a menos em relação aos demais adversários.

Na volta 172, Ryan Hunter-Reay causou uma bandeira amarela que mudou o rumo da prova. A maioria dos pilotos que vinham na estratégia de uma parada a menos abandonaram a estratégia e entraram nos boxes. Rossi, porém, manteve sua estratégia. Teve então que diminuir o ritmo e fatalmente perdeu várias posições. Mas os pilotos que vinham a sua frente ainda necessitavam de um splash n’ go para chegar até o fim da corrida, o que favoreceu demais Rossi.

As voltas finais foram decisivas para Alexander Rossi. Sua estratégia deu certo, mas exigia do piloto que andasse num ritmo mais lento em relação aos que tinham parado mais de uma vez. Com muita perícia ainda conseguiu segurar a segunda posição se defendendo de Scott Dixon após este fazer sua última parada. No fim, Power cruzou na liderança após grande corrida. Rossi foi o segundo, também fazendo uma bela prova. Dixon fechou em terceiro, mas ainda sim manteve a liderança da temporada faltando duas corridas. Pagenaud foi o quarto e Zach Veach fechou o top-5, após sair da 16ª posição.

Os brasileiros mantiveram o desempenho discreto da temporada também em Gateway. Pietro Fittipaldi, após o susto com o envolvimento no acidente de Wickens em Pocono foi o melhor brasileiro da prova, chegando na 11ª posição. A dupla brasileira da Foyt também foi discreta, com o veterano Tony Kanaan em 13º e o novato Matheus Leist em 16º.

 

Sequência

A penúltima etapa da temporada 2018 da Indy vai ser realizada no dia 2 de setembro, em Portland. O campeonato tem como líder Scott Dixon, com 568 pontos até aqui. Alexander Rossi se aproximou após chegar a frente de seu adversário e agora tem 542 pontos. Power com a vitória segue vivo na briga e com 501 pontos tem a terceira colocação na temporada. Serão duas provas em circuitos mistos onde valerão os desempenhos bons dos pilotos atrelados a bons trabalhos de suas equipes.

 

Foto de capa: Chris Owens/IndyCar

Danilo Dias

Danilo Dias

47 posts | 0 comments

Comments are closed.