Em final eletrizante, Julian Wilson vence a etapa de Gold Coast; Tomas Hermes fica em terceiro

Em final eletrizante, Julian Wilson vence a etapa de Gold Coast; Tomas Hermes fica em terceiro

Like
280
0
domingo, 25 março 2018
Surf

A etapa de Gold Coast, primeira das três etapas da chamada “perna australiana” da Liga Mundial de Surfe (WSL), se encerrou em grande estilo e com muita emoção, principalmente nos rounds finais. O duelo de conterrâneos sagrou o australiano Julian Wilson como campeão da etapa de abertura da temporada 2018, após vencer Adrian Buchan nos minutos finais.  Já o brasileiro Tomas Hermes, novato na elite mundial do Surfe, arrancou um terceiro lugar e permaneceu como o melhor colocado dentre os 11 brasileiros que disputam o circuito neste ano.

Os confrontos das quartas de final se iniciaram no último dia de competições em Gold Coast, contando somente com o catarinense Hermes como único representante tupiniquim para as finais. Mesmo com a ótima performance, o surfista brasileiro não foi capaz de superar o australiano Adrian Buchan, que log após acabou perdendo a final para Wilson. O campeão da etapa derrotou Griffin Colapinto.

 

Atual líder do WCT, Julian Wilson venceu a etapa de Gold Coast, a primeira da temporada. Foto por: Damien Poullenot/WSL

Na final, um espetáculo com boas manobras protagonizado pelos australianos foi um show à parte. Ao pegar um belo tubo, Julian Wilson marcou 9.93 pontos, mas Adrian Buchan não estava disposto a entregar a etapa facilmente e, logo em seguida, depois de uma bela sequência, somou 6.50 pontos diminuindo a diferença. Restando apenas alguns minutos, Buchan acertou uma boa combinação que lhe atribuiu a nota de 8.60, porém Julian Wilson foi mais incisivo e virou novamente, somando mais 7.50 pontos.

Retirando uma possível reação de seu adversário, o surfista de Queensland decretou sua primeira vitória na temporada. Após a final de Gold Coast, Julian Wilson ocupa a liderança do ranking mundial com 10.000 pontos. Logo atrás, Adrian Buchan é o vice-líder com 7.800 pontos somados. O surfista brasileiro Tomás Hermes aparece em terceiro dividindo posição com Griffin Colapinto, somando 6.085 pontos.

No feminino, a norte-americana Lakey Peterson derrotou a australiana Keely Andrew para também largar na frente na corrida pelos títulos mundiais da temporada.

No Feminino, a Norte-Americana Lakey Petersen levou a melhor ao derrotar a anfitriã Keely Andrew e sair na frente na corrida pelo título mundial.

O Circuito Mundial de Surfe 2017, que começou a todo vapor no dia 11 de março em Gold Coast, na Austrália, conta com 34 surfistas da elite do surfe, tendo 11 representantes brasileiros para esta temporada em número recorde.

A primeira fase de cada etapa é sempre round no loser, isto é, os dois perdedores de cada bateria vão para uma repescagem, enquanto os vencedores avançam direto para a terceira fase.

 

Podcast: Os brasileiros no Mundial de Surfe e as últimas do WCT

Rafael Lardieri apresenta para você em podcast, os brasileiros que participam do Mundial de Surfe e sobre as últimas notícias do circuito do WCT mundo afora. Ouça! Confira!

Apresentação: Rafael Lardieri
Edição: Paulo Arnaldo

 

Próxima etapa

Wilson garante a liderança do ranking mundial até a próxima etapa da WSL 20178, que ocorre em Bells Beach a partir do dia 28 de março.

 

Foto em destaque: WSL / Ed Sloane

 

Redator: Rafael Lardieri, de São Paulo

Rafael Lardieri

Rafael Lardieri

58 posts | 0 comments

Comments are closed.