Diário de Bordo Poliesportivo: A decisão em Uberlândia

Diário de Bordo Poliesportivo: A decisão em Uberlândia

Like
167
0
quarta-feira, 25 abril 2018
Superliga Feminina

Não é segredo do quanto eu fico feliz em poder fazer longas viagens por conta de uma partida. Já fiz isso diversas vezes no futebol e uma vez no basquete. No último final de semana, foi a vez de pegar a estrada por conta de um jogo de vôlei. Ou melhor, por conta da decisão da Superliga Feminina entre Praia Clube x SESC RJ, em Uberlândia. Essa viagem tinha um ingrediente ainda mais especial: seria minha primeira transmissão interestadual.

A viagem começou na quinta-feira. Arrumei minha mochila e trouxe ela comigo para o serviço na sexta-feira. Após o trabalho, fui para o apartamento do Paulo Arnaldo onde passei a noite, e no sábado saímos às 5h30 rumo à estrada. Mas antes, tomamos um café na padaria e abastecemos o carro. Depois de mais uma parada no caminho, chegamos em Uberlândia por volta das 13h30. Almoçamos no shopping e fomos para o hotel.

Apesar do cansaço, o restante da tarde foi de muito trabalho. Enquanto eu fazia o texto sobre a decisão, Paulo atualizava o site da rádio e também se preparou para a transmissão. Quando tudo foi finalizado, uma rápida descansada e fomos até o shopping para jantarmos. Como o dia seguinte seria bem puxado e precisando acordar cedo, fomos dormir pouco depois de voltarmos para o hotel.

O relógio marcava 5h45 quando acordamos e fomos para o café. No restaurante, várias pessoas se preparavam para uma corrida de rua. Na mesa ao lado da nossa, duas torcedoras do SESC RJ. Após o café, fomos para a Arena Tancredo Neves, o Sabiazino. Enquanto Paulo montava os equipamentos, busquei mais algumas informações da partida. A transmissão começou uma hora antes do início da final.

Os troféus de vice e de campeão da Superliga Feminina de Vôlei. Foto: Bruno Filandra Lopes.

Na partida, o Praia Clube venceu por 3 sets a 0 (25-19/25-23/25-17) e levou a partida para o Super Set, onde venceu por 25 a 18 e conquistou o título inédito da Superliga. Aí foi a hora de conversar com as atletas, que contaram um pouco da emoção do momento. Terminadas as entrevistas, foi a hora de coloca-las no site, junto com as fotos do confronto. Quase duas horas depois do final do jogo, deixamos o ginásio.

Era a hora de voltar pra casa e enfrentar mais algumas horas de viagem. Bem cansado, cheguei em casa feliz da vida, por ter sido testemunha de mais um grande momento do esporte. As viagens apenas para assistir as partidas já são bem legais, agora cobrir um jogo desse porte é melhor ainda. Que venham os próximos!

Com Paulo Arnaldo, pouco antes de deixarmos o Sabiazinho.

 

Foto em destaque: Paulo Arnaldo Lima

 

Redator: Bruno Filandra Lopes, de São Paulo

Bruno Filandra

Bruno Filandra

78 posts | 0 comments

Comments are closed.