Dashaw Jordan vence etapa de Chicago e vai para a Super Crow da SLS 2017

Dashaw Jordan vence etapa de Chicago e vai para a Super Crow da SLS 2017

1
287
0
terça-feira, 15 agosto 2017
Esportes Radicais

Um dos maiores campeonatos de skate da atualidade, a Street League Skateboarding (Liga de Skate Street) desta temporada está chegando ao fim. Realizada no último domingo (13), em Chicago (EUA), a penúltima etapa do ano definiu os oito skatistas que farão parte da finalíssima do circuito, a Super Crow 2017, e teve como vencedor inédito na Liga o americano Dashaw Jordan, com seu compatriota Torey Pudwill em segundo lugar e o australiano Shane O’neill em terceiro, completando o pódio.

O californiano Nyjah Huston, maior ganhador da liga, teve a chance de vitória, mas uma contusão durante a final o fez ficar apenas com o quarto lugar. Porém, mesmo com o resultado ruim, Huston é o primeiro do ranking, com 280 pontos. Por outro lado, Dashaw Jordan, que ainda não havia feito grandes apresentações na Liga, surpreendeu a todos e, ao vencer em Chicago, garantiu a última vaga para a Super Crown, com 171 pontos.

O skatista Nyjah Huston em uma de suas performances pela final da etapa de Chicago. Foto por: Justin Crawford

Para o australiano Shane O’neill o terceiro lugar em Chicago o elevou para segundo no ranking, com 255 pontos. Já o americano Pudwill, segundo lugar no domingo, manteve sua posição de quarto colocado geral, com 216 pontos. Louie Lopez, outro americano, também está na final, já que venceu, no início do ano, o campeonato do Tampa Pro, obtendo o direito de ir direto para a Super Crow.

Preenchendo as outras vagas e representando o Brasil, a final da SLS contará com três brasileiros: o campeão da liga de 2015 Kelvin Hoefler, com 247 pontos; Tiago Lemos, com 212 pontos; e Carlos Ribeiro, com 205 pontos.

As oito vagas para a Super Crow são determinadas por meio de ranking ao longo do circuito, ou seja, em cada etapa da temporada, o skatista adquire pontos de acordo com suas colocações durante a competição que, ao serem somados, formam a classificação geral.

O formato da competição da Street League foge à regra e reinventa o modelo mais tradicional de campeonatos de skate. Cada skatista tem direito a duas voltas de 45 segundos para usar os obstáculos de toda a pista, seguindo uma determinada sequência. Depois, o skatista tenta suas melhores manobras em qualquer obstáculo, com cinco chances para somar mais pontos e eliminar notas baixas anteriores. As notas variam de 0 a 9.9, e qualquer nota acima de 9 entra para o Nine Club (Clube do Nove). Ao final, somam-se as 4 melhores notas.

Neste ano, a SLS contou com 28 atletas de vários países e três etapas, sendo a primeira realizada em Barcelona (ESP), a segunda em Munique (ALE) e agora a terceira em Chicago (EUA). A Super Crow já tem data marcada e será em Los Angeles, no dia 15 de setembro.

Confira a classificação final da SLS Chicago 2017:

  1. Dashawn Jordan – 33.8
  2. Torey Pudwill – 33.3
  3. Shane O’Neill – 33.0
  4. Nyjah Huston – 32.7
  5. Tiago Lemos – 26.8
  6. Tommy Fynn – 24.3
  7. Ishod Wair – 18.8
  8. Sean Malto – 7.2

Confira a classificação geral para a SUPER CROWN 2017:

  1. Nyjah Huston – 280
  2. Shane O’Neill – 255
  3. Kelvin Hoefler – 247
  4. Torey Puwill – 216
  5. Tiago Lemos – 212
  6. Carlos Ribeiro – 205
  7. Louie Lopez – 186
  8. Dashawn Jordan – 171

Rafael Lardieri

Rafael Lardieri

56 posts | 0 comments