Coluna Toque de Letras: Há 20 anos!

Coluna Toque de Letras: Há 20 anos!

Like
84
0
sábado, 29 setembro 2018
Campeonato Brasileiro Série A

Por: Ivan Marconato, de São Paulo

O ano de 1998 foi muito legal! Como gosta de lembrar o companheiro Bruno Filandra Lopes, começo a ponderação desta semana na arte do esporte, falando da área de entretenimento, para ilustrar a coluna Toque de Letras.  Afinal de contas, foi em 1998, que a atriz Ana Paula Arósio, uma das mais belas e talentosas artistas brasileiras, deixou o SBT, para protagonizar a minissérie Hilda Furacão, baseada no livro do escritor mineiro Roberto Drummond, exibida pela Rede Globo.

Mas nem só de entretenimento vive o homem. Em 1998, eu, então quarto-anista do curso de jornalismo da FIAM, entrava pela primeira vez num estúdio de rádio.  No dia 12 de outubro, um feriado ensolarado marcou minha vida. Foi nesse dia, que entrevistei e conheci pessoalmente os jornalistas Luís Carlos Quartarollo e Flávio Prado. Imagine, leitor, a minha emoção ao entrar no estúdio da rádio, e quietinho, no meio das “feras”, em plena exibição do Jornal de Esportes da Rádio Jovem Pan. Tremi, feito vara verde, mas a entrevista para o jornal-laboratório da Faculdade, Momento, saiu. Com direito a elogio do professor responsável.

Jair Ventura e Mano Menezes, comandam Corinthians e Cruzeiro. FOTO: CBF Site Oficial

Naquele ano também, o árbitro argentino Javier Castrilli, prejudicou a Portuguesa no jogo semifinal do Paulistão, contra o Corinthians, que faria a final da competição contra o São Paulo. Mas o “troco”, veio na mesma moeda. Raí, ídolo são-paulino, recém chegado da França, jogou apenas o jogo final contra o Corinthians, e com direito a gol de cabeça na decisão. E ajudou o São Paulo a conquistar o título estadual, depois de perder o primeiro jogo por 2 a 1, para o então invicto alvinegro de Parque São Jorge. Uma lambança que somente a Federação Paulista de Futebol foi capaz de cometer.

Podemos, é claro, “pular” a Copa do Mundo da França, a convulsão de Ronaldo Fenômeno, e os 3 a 0(fora o baile) da França sobre o Brasil na final do Mundial. Outra “lambança” da CBF e Cia LTDA.  E no final do ano, Corinthians e Cruzeiro decidiriam o Campeonato Brasileiro – com direito a jogo final disputado em pleno dia 23 de Dezembro, uma quarta-feira à tarde, (surreal, porque a Rede Globo tinha que exibir o especial de Natal da Xuxa, à noite). Jogo no estádio do Morumbi, excesso de gente na rua por conta das compras de Natal. E para piorar: o trânsito da cidade, que já não é fácil, piorou uns 500%. Caos total na metrópole. Coisas do Brasil!

 

Marcelinho Carioca foi decisivo no título brasileiro de 1998. FOTO: Pisco Del Gaiso.Placar/Corinthians Site Oficial

E justamente por causa deste Corinthians x Cruzeiro da final do Brasileirão de 1998, que escolhi o tema da Coluna Toque de letras dessa semana.  Afinal de contas, neste 2018, ou seja, vinte anos depois, as duas equipes voltam a decidir um título do futebol nacional. Só que ao invés do Brasileirão, a disputa agora acontece pela Copa do Brasil, nos próximos dias 10 e 17 de outubro. Outra quarta-feira. Felizmente, sem o especial de natal da Xuxa para atrapalhar a noite de futebol.

 

Ivan Luis Marconato Rocha

Ivan Luis Marconato Rocha

233 posts | 3 comments

Comments are closed.