A vitória de Filipe Toledo na etapa do Rio de Janeiro do Mundial de Surfe

A vitória de Filipe Toledo na etapa do Rio de Janeiro do Mundial de Surfe

Like
97
0
sexta-feira, 25 maio 2018
Outros Esportes

Por: Rafael Lardieri, de Santo André

 

O surfista brasileiro Filipe Toledo se sagrou campeão do Oi Rio Pro 2018 ao vencer o australiano Wade Carmichael. A etapa de Saquarema, disputada na cidade do Rio de Janeiro, foi a quarta parada da Liga Mundial de Surfe (WSL). Com centenas de torcedores acompanhando a etapa carioca da competição, Filipe fez uma bela bateria final, somando a pontuação de 17.10 contra apenas 8.00 de seu oponente.

Ao ser carregado por surfistas conterrâneos e torcedores até o pódio, Filipe Toledo não escondeu a emoção em vencer o Oi Rio Pro 2018:  “É emocionante voltar para casa e ter todo esse apoio na areia. Quando me vi na final, pensei que seria minha grande chance. O surf é o meu palco, é o que eu faço, é a minha paixão e o meu trabalho”.

O surfista brasileiro, local de Ubatuba (SP), demonstrou logo no início da etapa que não estava para brincadeira. Na primeira rodada, venceu o japonês Kanoa Igarashi e seu compatriota Ian Gouveia, além de conquistar a segunda melhor nota das primeiras baterias, com 8.60, sendo superado apenas pelo havaiano John John Florence, que conseguiu um 9.10. Com outra nota de 5.10, Filipe encerrou a primeira bateria somando 13.70 no total.

Por conta do ótimo resultado, pôde avançar direto para a terceira rodada, vencendo o havaiano Keanu Asing, apesar de ter obtido suas menores notas na competição, um 2.07 e um 4.83, totalizando 6.90.

Entretanto, foi mesmo na quarta rodada do Oi Rio Pro que Filipinho teve seu grande destaque, ao garantir a única nota 10 de toda a etapa, com boas variações de manobras aéreas. O Ubatubense venceu os brasileiros Michael Rodrigues e Ian Gouveia ao somar a boa nota de 18.33.

Nas quartas de final, Toledo prosseguiu em sua jornada pelo título da etapa triunfando sobre o norte-americano Kolohe Andino, com a soma de 13.84.

Empolgado pelo público que o acompanhava da praia, nas semifinais, Filipinho bateu o australiano Julian Wilson, sem praticamente nenhuma dificuldade, sendo superior ao longo de toda a bateria, atingindo sonoras notas de 8.67 e 7.70.

Com um desempenho incontestável em Saquarema, Filipinho garantiu o troféu pela segunda vez na etapa carioca da Liga Mundial de Surf.

Agora, Filipinho e os demais surfistas do circuito se preparam para o Corona Bali Pro, que será disputado em Bali, na Indonésia. O torneio terá início no dia 27 de maio e 9 de junho, na praia de Keramas.

 

Foto em destaque: WSL/Reprodução

Rafael Lardieri

Rafael Lardieri

58 posts | 0 comments

Comments are closed.