A aposta de Tite! Paulinho à serviço da seleção.

A aposta de Tite! Paulinho à serviço da seleção.

1
1741
2
domingo, 02 abril 2017
Eliminatórias Sul Americanas

Os últimos dias têm sido especiais para José Paulo Bezerra Maciel Junior. Provavelmente ao tomar contato com o nome, o leitor não saberá de quem se trata. Mas ao pronunciar o codinome futebolístico, é impossível não nos lembremos dele. Afinal de contas, o meio campista de 28 anos, foi um dos principais jogadores da Seleção Brasileira nas duas últimas partidas da equipe válidas pelas Eliminatórias da Copa da Rússia, que será disputada no próximo ano. Seu apelido no mundo da bola? Paulinho.

Paulinho iniciou a carreira nas categorias de base do São Paulo, mas não se firmou defendendo a camisa do Tricolor Paulista. Logo deixou a equipe, e passou também pelo Juventus da Mooca. Com apenas 17 anos de idade, Paulinho se aventurou no futebol internacional. O jogador atuou pelo FC Vilnius da Lituânia em 2006, e no ano seguinte, defendeu o  Łódź, da Polônia, para posteriormente retornar ao futebol brasileiro. Foi quando em 2008, Paulinho vestiu a camisa do Pão de Açúcar, disputando a quarta divisão do Campeonato Paulista. Dois anos depois, disputou o Brasileirão da Série B, atuando pelo Bragantino. Nessa época, seu futebol chamou a atenção do Corinthians, que o contratou por empréstimo.

Paulinho foi campeão mundial de clubes pelo Corinthians em 2012 . FOTO: Site oficial da FIFA

A passagem de Paulinho pelo Alvinegro de Parque São Jorge, foi o início da consagração como atleta profissional de futebol.  Defendendo o Timão, Paulinho conquistou o título brasileiro de 2011, além de ter sido escolhido o melhor volante da competição, em eleição feita pela Confederação Brasileira de Futebol. No ano seguinte, ele ajudou a equipe do Corinthians conquistar o inédito título da Copa Libertadores da América. Com passes e gols decisivos durante a campanha, o meio campista colaborou para que a equipe paulista disputasse o Mundial de Clubes no Japão. Nas duas competições, também sob o comando do técnico Tite, Paulinho obteve o título de campeão.

Na sua primeira competição oficial defendendo a Seleção Brasileira, Paulinho foi um dos principais nomes da equipe campeã da Copa das Confederações, em 2013. O meia marcou um dos gols na vitória de 2 a 1 sobre o Uruguai, que levou a Seleção à final do campeonato. Entretanto, durante a Copa do Mundo de 2014, disputada em solo nacional, o meio-campista teve atuação discreta na campanha, marcada pela desclassificação brasileira na semifinal da Copa, na terrível goleada de 7 a 1 aplicada pela Alemanha.

Por conta das boas atuações defendendo o Corinthians e a Seleção Brasileira, o jogador se transferiu para o Tottenham Hotspur, da Inglaterra. O custo da negociação girou em torno dos €20 milhões de euros. Depois de uma boa estreia pelo time inglês, em que Paulinho atuou entre os anos de 2013 e 2015 (67 partidas e 10 gols), ele migrou para o futebol chinês.  O Tottenham o negociou por € 14 milhões (R$ 49 milhões) ao Guangzhou Evergrande. No futebol asiático, Paulinho foi treinado por Luís Felipe Scolari, mesmo comandante da Seleção na Copa do Mundo em 2014; e também atuou com outros jogadores brasileiros, como o meia Renê Júnior e os atacantes Elkeson, Alan e Ricardo Goulart.

Agora, novamente sob o comando de Tite na Seleção Brasileira, Paulinho veste novamente a camisa da Seleção. Nas partidas em que atuou nas Eliminatórias, sua performance foi considerada acima da média por torcedores e pela imprensa esportiva. Em novembro do ano passado, Paulinho fez um dos gols na vitória da Seleção no jogo contra a Argentina, válido pelas Eliminatórias da Copa da Rússia. Em 2017, a boa fase continua a acompanhar o jogador, afinal de contas, ele voltou a marcar gols.

Paulinho marcou três vezes contra o Uruguai e deu passes para os gols da Seleção Brasileira no jogo diante do Paraguai nas Eliminatórias. FOTO: Site Oficial da CBF

Paulinho marcou três vezes contra o Uruguai e deu passes para os gols da Seleção Brasileira no jogo diante do Paraguai nas Eliminatórias. FOTO: Site Oficial da CBF

No jogo diante do Uruguai, no mês passado, Paulinho fez o primeiro “hat-trick” de sua carreira, e fez três gols numa mesma partida. O primeiro, que deu o empate ao time, após a Seleção estar perdendo por 1 a 0.  O segundo, que garantiu a virada no placar, e o terceiro, que aconteceu no finalzinho do jogo, com o Brasil sacramentando o placar de 4 a1. No jogo seguinte, em que a Seleção venceu o Paraguai por 3 a 0, Paulinho foi responsável por dois passes que deram origem aos gols de Philippe Coutinho e Marcelo.

O técnico Tite e a torcida agradecem a boa fase de Paulinho. Um jogador moderno e completo à serviço da Seleção Brasileira.

Por Ivan Marconato

Ivan Luis Marconato Rocha

Ivan Luis Marconato Rocha

188 posts | 3 comments