60 anos da casa mais bonita de Lisboa

60 anos da casa mais bonita de Lisboa

Like
501
0
sexta-feira, 23 setembro 2016
Futebol Internacional

Há exatos 60 anos, em 23 de setembro de 1956, o Belenenses inaugurava sua casa, o Estádio do Restelo. Após cerca de quatro anos de construção, o estádio viu seu pontapé inicial num clássico contra o Sporting. E a casa nova deu sorte, pois o time de Belém venceu por 2 a 1 um dos seus rivais lisboetas.

Solenidade de abertura do estádio do Restelo. Foto: Museu do C.F. Os Belenenses.

Quando pensamos em futebol português, invariavelmente nos chega à lembrança o Benfica, o Porto e o Sporting. Evidente que esses três clubes dominam o futebol na terra de Camões desde o início das disputas. No entanto, houve alguns times que ousaram desafiar “Os Três Grandes” e conseguiram resultados expressivos nas competições locais de Portugal.

Uma dessas equipes é o Clube de Futebol Os Belenenses. Campeão português em 1946, vice em 1955 e lisboeta como o Benfica e o Sporting, o time do bairro de Belém anda em baixa atualmente, mas até a década de 60 rivalizava diretamente com os “grandes” do futebol português.

Visão do Rio Tejo da arquibancada sul do estádio. Foto: Blog Belenenses Olivais http://belenensesolivais.blogspot.com.br/

Após o título de 1946, o Belenenses solicitou à Câmara Municipal da capital portuguesa autorização para reformar o complexo esportivo onde se encontrava seu estádio. Na resposta, o órgão revelou que a área poderia ser utilizada por mais seis anos. Após esse período, o clube deveria procurar outro lugar para mandar seus jogos.

A Câmara lisboeta ofertou ao clube uma nova área para construir sua nova casa. O terreno estava localizado em uma antiga pedreira localizada à beira do Rio Tejo. Com a supervisão do seu presidente, Francisco Soares da Cunha, os “azuis” conseguiram finalizar a construção em 1956, num estilo arquitetônico totalmente inovador para a época.

O atual Estádio do Restelo. Foto: Site www.mapio.net

Na altura da inauguração o estádio tinha capacidade para receber 44 mil pessoas e contava com apenas duas arquibancadas, as centrais. Ao longo do tempo foi sendo ampliado e chegou a receber mais de 60 mil pessoas, em 1975. Além dos jogos de futebol, o estádio do Restelo também recebeu inúmeros shows musicais e até uma missa celebrada em 1991 pelo então Papa João Paulo II. Nessa ocasião, o estádio recebeu cerca de 100 mil pessoas.

Por uma ironia do destino, atualmente a área onde o estádio está construído é uma das mais valorizadas da cidade de Lisboa. Depois de modernizado, o Restelo teve sua capacidade reduzida para 20 mil lugares. O estádio tem quatro blocos de arquibancadas unidas, com três delas cobertas e dois anéis, um inferior e outro superior. Atrás de um dos gols, há apenas um lance de arquibancada descoberta, o que permite ao espectador que está ao lado oposto ter uma visão fabulosa de Lisboa, com o Rio Tejo, a Ponte 25 de Abril e a estátua do Cristo-Rei.

admin

234 posts | 0 comments